SEGUIDORES

Google+ Followers

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

O papel do homem no casamento, segundo Deus

O papel provedor e protetor do homem no casamento, conforme a Bíblia.

Gn 2:15- E tomou o Senhor Deus o homem e o pôs no Jardim do Éden para o lavrar e o guardar.


O primeiro homem criado por Deus, Adão, foi colocado no Jardim do Éden com a incumbência de lavrar (prover) e guardar (proteger), e essa é a missão básica do homem.

Tem ele a missão de trabalhar e trazer o sustento da família e todas as demais sortes de provisões daquilo que será a necessidade do casal e sua prole.

É só olhar para um homem desempregado e você verá que ele está deprimido, arrasado, como se tivesse sido castrado na sua sexualidade, sente-se um derrotado, um vencido, um impotente.

Como homem, se tem um momento que eu choro junto, é quando vejo um pai de família com lágrimas nos olhos porque está desempregado. É como se ele perdesse a sua dignidade de homem provedor.

O papel de protetor da família também é seu. Todo homem deve ser um Adão que protege o sua Eva,seus filhos e seu território.Protege os interesses da família.

Eu costumo ensinar aos jovens da igreja que eles são “adãos” e devem proteger as “evas”, sejam elas suas namoradas, amigas, irmãs ou qualquer mulher. Todas precisam ser protegidas pelo adão e não ameaçadas, defraudadas ou violentadas por eles.

Um homem que faz com que sua companheira se sinta segura e protegida é um homem de virtude, pois conhece a necessidade dela e cumpre o seu papel.

A segurança não é somente contra o inimigo externo, mas é também a emocional, a mulher precisa saber que o marido ainda a ama, que quer viver com ela o resto de suas vidas e que não pensa em deixá-la. Isso é segurança emocional.

Com ele presente não vai faltar o pão e se alguém se levantar contra ela e sua prole, ele estará bem ali, firme e forte para resolver a questão.

É verdade que alguns tem trocado os papéis do homem com o papel da mulher, e quando isso acontece, ocorre uma quebra de princípios de Deus para o relacionamento e que em algum momento ou de alguma maneira acabará por afetar a paz do casal.

Deus habilitou o homem para ser mais forte fisicamente para o trabalho e para a proteção. Veja os ombros largos e o peitoral do homem, a sua estrutura óssea e muscular.Ele está preparado fisicamente e emocionalmente para que pudesse cumprir com seu papel.

A mulher por sua vez foi habilitada por Deus para gerar filhos, daí o seu quadril largo e os seios.

Não raras vezes, a mulher tira da mão do homem o seu papel. Ela o anula, e isso em pode se se manifestar com algum prejuízo para os dois. É só ver o crescente número de mulheres com doenças que eram típicas do homem como o infarto e o derrame cerebral.

É verdade que alguns maridos é que entregam esse papel a mulher, abrem mão da posição que deveria ser ocupada por ele.

Quando eu vejo homens sadios, que escolhem assumir o “cuidar da casa” como o titular dessa missão, eu percebo que ainda não conhece os princípios de Deus para o matrimônio.

E quando Deus diz não para alguma coisa e estabelece o seu princípio, está visando duas coisas, primeiro proteção e depois provisão.

Quando um homem obedece ao princípio e cumpre o seu papel, Deus protege a sua condição de líder do lar, cabeça do casal e provê paz e segurança, tanto externa quanto interna. Ele gozará do respeito da esposa e dos filhos, eles o admirarão e reconheceram a sua condição de cabeça do lar.

Deus provê ao homem uma alegria indizível, própria de um guerreiro que venceu a batalha e trouxe para casa os despojos. Isso faz bem ao coração do combatente.

É comum vermos homens que “cuidam de casa” abatidos, arrasados, entristecidos, que não conseguem falar sobre isso com orgulho e até escondem essa condição. Sabe porque? Porque esse não é o seu papel principal.

E olhe não leia aqui o que eu não escrevi, eu não estou criticando o marido que ajuda em casa, nem a mulher que trabalha fora, apenas estou dizendo que há um princípio de Deus que rege isso.

O homem deve ser o líder espiritual do casal, o sacerdote do lar e disso nós falaremos em outra oportunidade.

Um forte e demorado abraço, no amor de Jesus

Pr Ismael e Pra. Cleire.




Diga não a erotização de crianças.Não alimente a pedofilia e não induza ao pecado.Não publique fotos de crianças nuas,com roupas intimas ou de banho.

5 comentários:

Flá Gontijo disse...

Pastor e pastora,

a matéria foi muito útil e falou muito ao meu coração.

Gostaria muito de uma ajuda sobre como auxiliar meu marido na execução desse papel divinamente escolhido.

Já tive várias conversas com meu marido e ele não se sente preparado para esse papel. É o provedor, apesar de achar muito pesada a tarefa, mas não se sente líder espiritual.

Oro constantemente sobre isso. E clamo a Deus que em Seu tempo toque o coração do meu marido e o capacite.

Paz

Flávia

Anônimo disse...

O que fazer quando o marido não exerce nenhum dos dois papéis? Não tenho marido,ele se transformou no meu sinhozinho,sinto-me como uma escrava: com todo trabalho,sem ajuda,sem salário,sem carinho e sem amor.

Anônimo disse...

o meu nao nao gosta de trabalhar

Anônimo disse...

Obrigado pela luz que esta leitura me deu.

Anônimo disse...

Eu sempre trabalhei fora desde meus 13 anos, casei com 21 anos e nunca deixei de trabalhar. Fiz de um tudo para sempre ajudar meu marido a ter um pouco de folga salarial para que ele pudesse juntar bens para ficar mais sossegado quando tivessemos nossos filhos. Eu tive os filhos hoje estao com 13 e9 anos, porém não temos bem algum há não ser o imóvel que moramos. Meu marido tinha sonhos e objetivos que não eram compartilhados comigo, dois deles foi que ele associou-se em dois negócios nests últimos 14 anos que não deram certo e deram e continuam resultando em prejuízo. Mesmo assim eu tentei sempre ajudá-lo, mesmo não tendo sido consultada ou convidada para ser sócia dele nestes negócios. Há 3 anos eu perdi meu emprego o qual eu estava há quase 21 anos. Agora que não sou mais uma ajudadora sou humilhada constantemente, criticada pois não consigo um trabalho fixo e durável. Sou tratada mau por ele e ele me diz constantemente que estou desempregada e dependente dele, ele haje como se parecesse que eu quero e gosto de estar nesta situação de desemprego. Eu tenho agora 45 anos e a dificuldade é muito grande de encontrar emprego, me sinto mal e péssima porque tudo isto tem me entrestecido muito.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...