SEGUIDORES

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Você e as promessas de Deus para seus filhos

Sl 2:12 -Beijai o Filho, para que se não ire, e pereçais no caminho, quando, em breve, se inflamar a sua ira; bem-aventurados todos aqueles que nele confiam.

Todo domingo eu trago para nossa comunidade uma palavra sobre a família, e a cada domingo, Deus tem me dado entendimento de algumas coisas que os pais devam fazer para que seus filhos sejam verdadeiramente benditos do Senhor.

Sei que Deus ainda acredita no casal para a salvação dos filhos.Ele conta com o pai e mãe para que a sua vontade se cumpra.E hoje  falei com meus irmãos sobre o Sl 2:12 "Beijai o Filho, para que se não ire, e pereçais no caminho, quando, em breve, se inflamar a sua ira; bem-aventurados todos aqueles que nele confiam."

Quando nossos pequenos nascem, passamos bons momentos tocando neles, fazendo carinho, beijando, e eles ali , na sua dependência se sentem amados e protegidos no colo da mãe ou do pai, há uma confiança absoluta, eles ficam em paz, tranquilos, não há temor, pois sentem a presença e o calor daqueles que os querem bem.
À medida que o tempo passa e vem chegando os dias da adolescência, eles começam a ganhar asas e com isso aumenta a sua independência, a companhia dos pais começa a ser trocada pela dos amigos e surge distanciamento natural entre pais e filhos, o que não é ruim , faz parte do processo de amadurecimento.
Porém, em alguns casos , tal distanciamento vai um pouco longe demais e os pais não se dão conta de que já não abraçam os filhos como antes, agora não passam tempo um na presença do outro, é como se eles não precisassem mais.
Em virtude desta dinâmica, surgem fatos novos na vida do filho que o pai só fica sabendo quando encontra os amigos dele e ali são reveladas algumas coisas . Há notícias boas como a primeira namorada , um destaque numa modalidade esportiva, um talento que desabrochou, mas pode vir também coisas ruins como um vício sendo adquirido, uma companhia perigosa, um comportamento inadequado, entre tantas coisas que podem acontecer.
Eu acredito que é sobre isso que o texto está falando, esse cuidado por parte dos pais neste momento especial da vida dos filhos para que eles não cometam erros sérios demais.
Vocês devem ter visto Programa Fantástico, da Rede Globo, neste domingo, numa reportagem onde conta a história de uma menina linda, de classe média, que se apaixonou por um marginal e orquestrou o roubo da própria mãe. Olha, não basta dar brinquedos, é preciso brincar juntos,não basta dar boa vida, é preciso desfrutar juntos da vida.

Os adolescentes sentem falta da presença, do afeto, do carinho, da ternura que tinham antes , ainda que busquem um certo distanciamento. Eles estão cortando o cordão umbilical, mas o colo dos pais ainda faz falta, os carinhos agora são escassos ou inexistentes.

É um momento importante na vida deles, onde os pais devem conceder liberdade com restrições bem definidas, e quanto ao afeto e a demonstração de amor devem continuar a acontecer como antes, pois eles sempre irão precisar ter consigo a certeza de que são amados e pertencentes a família.

Então a Bíblia diz ao pais, que beijem seus filhos e acredito que ela não está dizendo simplesmente para você dar um beijo de vem em quando, mas sim, está falando para que sejam íntimos de seus filhos.Que estejam por perto, façam com que eles percebam que vocês estão ali, que saibam que continuam sendo amados.Conheçam seus anseios, suas necessidades e desafios,compartilhe com eles suas expectativas, dê a chance para que falem de si mesmo.Eles precisam adquirir confiança de que não serão ridicularizados ou desmerecidos por suas opiniões ou pensamentos, por isso, não seja crítico demais, não seja aquele que tem todas as respostas, deixe que eles percebam que vocês também tem inseguranças, temores e que isso faz parte do processo.

Nesta fase , é hora do pai ganhar um amigo se for um menino, uma companheira se for menina. Minha filha Gizele tem oito anos, e ela tem saído comigo, só nós dois, a gente viaja junto para as igrejas onde vamos pregar, sobe comigo no púlpito e eu a apresento como minha companheira de missão, digo que ela a "missionária" , e ela se sente bem, fica feliz.
Veja que não é só beijar, é mais do que isso, é estar íntimo, ser um coração com o filho, conforme diz o texto bíblico: "E eu lhes darei um só coração, um só caminho, para que temam todos os dias de suas vidas, para o seu bem e o bem de seus filhos"( Jr 32.39).
Voltando ao Salmo 2 , ali diz que você deve beijar o filho para que ele não se ire , não se revolte. Quando é que os filhos se revoltam,? Quando não são valorizados, quando são abandonados emocionalmente, quando não são ouvidos ou não são compreendidos, quando não têm a chance de falar de seus sonhos sem medo de serem rejeitados.

A rebelião juvenil é uma possíbilidade, não deve ser tratada como uma certeza, depende muito de vocês pais.

Sabe queridos, os pais , em geral, são marinheiros de primeira viagem, poucos deles são experimentados na arte de tratar com filhos adolescentes, salvo quando é alguém que está construindo uma nova família ou algo assim, e tem coisas que eles, pais, precisam saber, tem princípios que devem ser colocados em prática para o bem deles e o de seus filhos.

Na parte b do versículo, fala em confiança em Deus. Os pais precisam crer nas promessas de Deus para os filhos , é preciso confiar que eles vão sobreviver as tempestades da adolescências e serão lá frente "frechas" que foram lançadas e que acertarão o alvo. Deus tem visão de família, Ele não se esquece de nossos filhos, veja o que Ele diz, o que sugiro que você creia:


Dt 30:5-6: "E o Senhor, teu Deus, te trará à terra que os teus pais possuíram, e a possuirás; e te fará bem, e te multiplicará mais do que aos teus pais. E o Senhor, teu Deus, circuncidará o teu coração, e o coração da tua semente; para amares ao Senhor, teu Deus, com todo o teu coração e com toda a tua alma, para que vivas".

 
Vejo Deus falando aqui que haverá bençãos para nossos filhos, maiores do que aquelas que Ele derramou sobre nós. Eu acredito nisso, acredito que meus filhos serão maiores e melhores do aquilo que sou.
Tenho fé que dentre nossos filhos, Deus levantará servos e servas, profetas, pregadores, doutores, homens públicos, gerentes, empresários, bons pais, boas mães, enfim, gente boa de Deus.
Ele fala também que fará uma marca no coração dos nossos filhos para que eles O amem com intensidade, isso é promessa para quem é de Deus, e nós somos Dele.
Pode ser que você não esteja vendo nada disso nos teus filhos, mas mesmo assim creia, pois Deus vê os teus filhos depois da curva, além da esquina. Ele sabe o amanhã, Ele tem compromisso com Ele mesmo. Jesus disse que bem aventurados são aqueles que não viram, mas creram, então creia no amanhã de teus filhos, beije-os agora. A adolescência não precisa ser aborrecência, talves eles só precisem de mais um beijo seu.
Um abraço, seja feliz com tua família.
Pr Ismael e Pra Cleire.

6 comentários:

Kaline disse...

Pastores esse blog é uma bênção! Quanto nós erramos com nossos filhos, glorifico a Deus por te a oportunidade de aprender e enxergar muito daquilo que não foi me passado na infância. E poder passar a meus filho, que todos os irmão em cristo saibam educar os seus filhos no Caminho do Senhor, amém. Deus os abençoe.Gostaria de copiar em meu blog essa página, pois a coisa está séria com alguns irmãos que ainda não enxergaram o quanto é importante educar seus filhos no caminho correto.

Anônimo disse...

Pastor....por favor me ajude...tenho duas filhas lindas!!! estão firmes na igreja namoram rapazes cristãos, e não me dão nenhum desgosto...mas a minha filha mais nova de 20 anos, é muito distante, amargurada, fui mãe muito nova e não tinha experiencia nenhuma para educar duas crianças, vim de um lar de muitos filhos e minha mãe não tinha paciencia conosco...acabei sendo muito seca com minhas filhas, ensinei dentro do possível o que aprendi...mas fui muito rígida e dei pouco amor...carinho...atenção...e hoje colho o que plantei, sei disso. e carrego uma culpa imensa...queria muito que tivesse sido diferente. E hoje quero dar carinho pra ela,abraçar...beijar... mas ela rejeita...me diz que é falso...e eu fico arrazada.Por mais que eu peça perdão a Deus...não consigo me livrar do sentimento de culpa.Por favor me oriente.

casadosemcristo disse...

Irmã anônima, gostaria de tratar com você através de email. Por favor me mande um email. Mas de qualquer forma quero te dizer o caminho que imagino que tomaria:

1-Colocar em oração pedindo a Deus que abrande o coração dela como o Senhor fez no caso de Ezaú com Jacó.
2-Pedir perdão a ela, sem melodrama, mas com tranquilidade e serenidade. Procure contar as verdades de sua vida.
3-Aguarde o agir de Deus e trate-a com igualdade, nem mais nem menos.Quando ela tiver uns 24 anos vai pensar diferente sobre você.Aguente firme.

abraços em Cristo. pr ismael

Zulmira Pilet disse...

EXCELENTE ESTUDO.

Anônimo disse...

EXCELENTE ESTUDO!

Carlos Timas disse...

Paz
Pastor este ministerio ainda atempos que descobri tem cido uma bencao em minha vida e casamento.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...