SEGUIDORES

domingo, 30 de dezembro de 2012

Como casal, há igualdade entre os sexos?

Por Pastor Ismael Roselei de Carvalho, palestrante de família e casais.

Complementaridade e não igualdade entre os sexos.

Leia Gn 2.18 – E disse o SENHOR Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora idônea para ele. 

O homem necessita da mulher assim como a mulher necessita do homem, eles se completam e se complementam. Aquilo que falta em Adão é encontrado em Eva, e o que falta em Eva, se encontra em Adão.
As diferenças com que foram criados, homem e mulher, são essenciais para que vivam de modo a se complementarem e não independentes um do outro ( I Co 11.10) ou mesmo, competindo entre si.
Há um esforço no sentido de promover a ideia de igualdade entre os sexos, na sua forma geral e irrestrita, mas isso não ajuda, só prejudica. Diante de Deus somos iguais, porém, em família temos papéis diferentes. É uma questão funcional.

A complementaridade fala de valores iguais em ambos, porém, com missões distintas, e que em alguns momentos, esses papéis podem até se confundir ou se misturar, não havendo mal algum nisso. Por exemplo: O marido que dá banho no bebê, a esposa que trabalha fora, etc. Entretanto cada um tem um papel diferente na relação.
Mas o que de prático esse conhecimento traz para a vida do casal.
A complementariedade fala da necessidade que um tem do outro, portanto não há um mais importante e nem mesmo há independência depois do casamento. 

É possível, por exemplo, que cada um tenha um pouco mais de espaço para si dentro da relação, quem sabe  um momento a sós consigo mesmo, ou em atividade saudável, santa e honesta. Entretanto eles continuam ligados um ao outro, numa codependência salutar. Eles não tem mais independência, pois eles são um.

A igualdade entre os sexos apregoa direitos e papéis iguais a ambos, de modo que a família acaba ficando acéfala( sem cabeça) e sem uma orientação de quem faz o que na relação. Quem é o responsável primeiro pela provisão? Quem administra prioritariamente a casa? Em situação de impasse, quem decide o que há de ser? Quem tem que estar atento para a segurança do lar? Quem tem que manter a boa ordem dentro de casa? Percebe a importância da complementariedade e não igualdade.

Quando se fala de relações humanas há previsão bíblica para a submissão mútua, uma relação de amizade por exemplo. Porém em questão de casamento não há submissão mútua e sim , liderança do homem e submissão da esposa. Veja que eu disse liderança do homem e não chefia. 
Chefe é aquele que manda, dá ordens , independente da vontade do outro, e líder é aquele que seguimos de bom grado em virtude de quem ele é, da pessoa, da amabilidade e competência com que conduz a vida à dois.

Entenda isso e experimente viver assim em seu casamento, isso traz saúde para a relação. Quando a mulher se rebela contra o marido, não aceitando a sua autoridade, a família começa a ir mal. O homem se apequena, se diminui. Tenho observado isso nos casos onde a mulher ganha mais que o homem. Ela precisa de sabedoria para conduzir essa realidade. Jamais deve relegar o marido  a um plano inferior , anulando assim o papel dele, numa inversão antibíblica e que , por vezes, leva a uma separação ou acomodação do marido. O equilíbrio, moderação em tudo é coisa de Deus, faz bem para os dois.

Com carinho Ismael e Cleire, casados em Cristo.

E quanto, exclusivamente, aos afazeres domésticos? 

Veja o que diz Gary Chapman,  o Doutor Love, escritor cristão:


Ela estava em meu escritório reclamando que seu marido não a ajuda com os afazeres domésticos. “Nós dois trabalhamos em tempo integral”, disse ela. “Ele age como se eu fosse sua mãe. Ele espera que eu faça tudo em casa enquanto ele assiste televisão e relaxa. Bem, talvez eu precise relaxar.”
Como é que vamos resolver os conflitos relacionados com os nosso papeis? Ajuda a se esclarecermos os nossos objetivos. Se queremos harmonia e intimidade, devemos cada um fazer “a nossa parte” em casa. Um cônjuge que se sente “superior” não parece estar interessado na intimidade. Por que não perguntar ao seu cônjuge, “Você acha que eu poderia estar ajudando mais em casa?” Deixe que a resposta dele(a) guie as suas ações.
Na sociedade urbana de hoje, mais de 50 por cento das mulheres têm empregos em tempo integral fora de casa. Antes de as crianças virem, é relativamente fácil de negociar o que o marido e a esposa concordam em ser uma distribuição justa do trabalho.
No entanto, quando os filhos chegam, há toda uma nova dinâmica. Cada fase da infância traz outras áreas de responsabilidade. Como é que vamos encaixar tudo? Não encaixamos! Crianças chamam um contrato de responsabilidade inteiramente novo. É hora de voltar para a prancheta. Passe algum tempo tentando usar suas habilidades para encontrar tempo para ser bons pais e manter uma união forte.
Eu limpo o tapete e lavo os pratos na minha casa. O que você faz na sua casa? Quem vai fazer o quê? É uma questão que cada casal deve responder.
Isso não significa que uma vez que a responsabilidade é aceita, o cônjuge nunca vai se oferecer para ajudar na tarefa do outro. O amor procura ajudar. As escrituras não nos dizem exatamente quem deve fazer o que; elas nos incentiva a concordar com o que resolvermos. Encorajo vocês a continuar negociando até que ambos se sintam bem sobre quem faz o quê na sua casa.
(Gary Chapman)






sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Quem é esse que cuida de seu filho?

Alexa Guerra ( blog alexaguerra.blogspot.com) fez um estudo onde apontou como as crianças passam a maior parte do tempo? Veja :

Passando tempo com mídia (TV, Internet, jogos eletrônicos) - 53%

Escola ou creche - 11%


Outras pessoas, como avós, vizinhos ou parentes. - 11%

Brincando na na rua - 20%

Com os pais-  5%

É alarmante e confirma o que vemos por aí, as crianças passam a menor parte do seu tempo com os pais! Estamos quebrando o princípio bíblico que manda os pais criarem seus filhos. (Efesios 6:4 e Dt 6:7). Por isso, temos colhido os frutos amargos desta omissão dos pais.


Uma oração de esposa pelo marido.

Por Pastor Ismael Roselei de Carvalho.


“Pai de amor, que eu aprenda a ser um suporte, uma coluna de apoio para o meu cônjuge, que eu esteja sempre lá quando for preciso,
que ele veja em mim alguém com quem se possa contar, .. sempre.
Quero ser para ele uma sombra no momento do calor, um forte muro contra as ventanias, um lugar de descanso para a sua alma. 
Faça isso em mim, meu Pai. Que eu compreenda melhor a sua necessidade de trabalho e de conquistas, então, dá-me óh Deus, força quando me sentir solitária, para que eu saiba esperar pacientemente, até que ele e o coração dele  retorne para mim. 
Senhor, não quero fazer do meu marido um  "deus", que a minha dependência emocional seja equilibrada, no devido lugar, pois em Ti, oh, Deus!, estará a minha dependência . 
Dá-me a capacidade de fazê-lo feliz, que ele se alegre com a minha existência e em todo o tempo quero ser a companhia agradável, o grande motivo para ele voltar logo para casa.
Que as alterações da vida não alterem o nosso amor. 
Que a sabedoria esteja nos meus lábios para motivá-lo, liberando aquela palavra que ele precisa ouvir. 
Pai, que eu me lembre sempre, que ele não é perfeito, mas que é facilmente admirável. Senhor peço-Te, guarde o nosso amor, pois quando o nosso amor está guardado em Ti, então, a nossa  casa está segura.E quando vier o vento ou as muitas águas e derem contra ela, permanecerá firme. Este é o meu clamor e a minha oração, em nome de Jesus. Amém. “

Fique com Deus, fique em família.

Pr Ismael e Pra.Cleire, casados em Cristo.

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Uma grande família, uma razão para se lutar .

Por Pastor Ismael Roselei de Carvalho.


Para se pensar em 2013...


“Edificai casas e habitai-as; e plantai jardins, e comei o seu fruto.Tomai mulheres e gerai filhos e filhas, e tomai mulheres para vossos filhos, e dai vossas filhas a maridos, para que tenham filhos e filhas; e multiplicai-vos ali, e não vos diminuais.” ( Jr 29:5-6.)

Ter um lugar nosso para aonde se quer voltar sempre e ali permanecer; um lugar com pessoas não perfeitas, mas perfeitamente  amáveis. Um lugar onde a vida desabrocha e acontece. Esse lugar  é  marcado  por reencontros amistosos, por prazeres sendo experimentados, onde depomos nossas armas e relaxamos gostosamente.

Um lugar de delícias, uma delícia de lugar...

É onde onde amadurecemos ao lado de quem se importa conosco. Onde aprendemos a ouvir e ser ouvido também. Ali a prioridade é "gente" , não coisas..., bens ou  posição social.


Esse lugar, se chama lar... lar de um cristão. E é no lar que nos tornamos  uma ferramenta amolada, afiada, eficaz, eficiente, útil  socialmente. Ela é o ponto de partida. Dela somos lançados para a vida com grande chance de acertarmos o alvo, por conta daqueles que nos lançam.

No lar se abriga a família, e ela  é a grande escola que forma e  não só informa. Os grandes homens do bem são formados dentro de uma família assim, uma boa família.

Uma grande família, se não pelos número de pessoas, mas pelo seu valor moral e espiritual., deve ser um lugar mágico... , construído para durar e impactar as gerações futuras daqueles que estão nela ligados pelo sangue e outros mais.

Há um problema...esse lugar não vem pronto. Tem que ser construído.

Essa é uma direção de Deus para o ano vindouro, que esse seja o grande sonho, e ,   certamente, Ele nos ajudará, se quisermos.

O recado  é : “...e não vos diminuais”. Não aceite nada pequeno, fraco e estéril. O amor deve ser abundante, a alegria perene, a vida conjugal com poucos conflitos e muito prazer, com filhos andando na luz , e o envolvimento com Deus e com as pessoas ao redor sendo notório até ao que passar por nossas  vidas  descuidadamente.

Um grande lugar, um lugar bom de se estar.

Esse deve ser um dos ideais de vida de um casal. Não se conforme com nada que seja menor do que isso.

Constituir família, plantar um jardim e usufruir do seu fruto... é Deus falando de  um grande e bom projeto, algo pelo qual vale a pena lutar. Os frutos são mui saborosos. O crescimento é contínuo. Nela as pessoas  se amarão mais, terão suas necessidades de provisão e  proteção e de relacionamento supridas,... e a paz será com eles.

Essa é a multiplicação,... multiplicação de paz, de alegria, de regozijo... Aceite esse desafio...Coloque isso em sua agenda para 2013, 2014, 2015, enfim....por toda uma vida.

Fique com Deus, fique em família.

Com carinho, Ismael e Cleire, casados em Cristo.

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012


Você tem ciúme doentio? Veja essas dicas.

Por Pr Ismael Roselei de Carvalho, Casados em Cristo.

Veremos neste post algumas atitudes que podem ajudar no controle do ciúme.
Vamos, primeiramente, ver quais são os níveis de ciúmes para que você possa se posicionar nessa questão:

Ciúme excessivo. Quando se manifesta de forma crônica, com estresse ou depressão. Nem o parceiro dando provas de sua fidelidade a situação se resolve.Pode indicar necessidade de um especialista, nesse caso, um psiquiatra.

Ciúme intenso. Embora seja muito forte, a pessoa consegue se controlar. É caso de conversar com o parceiro e buscar aconselhamento.

Ciúme moderado. É o mais comum. Aparece como uma reação à ameaça de um possível rival. Mesmo sendo moderado, ao invés de proteger pode destruir a relação.

Ciúme positivo.Quando o ciumento aceita a verdade de que seu parceiro tem direito a uma certa independência e pode viver sua liberdade, obviamente, com responsabilidade. Este ciume pode ter um lado positivo, é capaz de levar o ciumento a cuidar  melhor do parceiro, inclusive pode aquecer o relacionamento.

Agora sim, vamos ver o que é possível fazer para buscar o controle do ciúme. Os passos propostos são os seguintes:

O ciumento deve admitir que tem um problema.

Se alguém admite estar sofrendo com o ciumes já é uma boa notícia, pois é o primeiro passo para a solução. Sem isso não se tem como chegar a um controle deste sentimento. A dificuldade é que a maioria dos ciumentos "patológicos" não admitem e sempre transferem para o outro a culpa. E admitir por si só não resolve, é preciso partir para a ação concreta, estar disposto a encarar a situação.

Buscar ajuda.

Depois de admitir o problema, agora é buscar ajuda. Dependendo do nível de ciúme, pode ser necessário ajuda médica, no caso um psiquiatra, e medicação ( estabilizadores de humor e neurolépticos). Nos casos menos intenso, um conselheiro pode ajudar e muito.As fontes de ajudas são: A fé, a medicina, e o conhecimento.

Falar sobre o assunto com o cônjuge.

Geralmente o ciumento tem dificuldade de falar sobre este assunto e então se fecha, é quando pode manifestar doenças emocionais, pois o sofrimento é grande. Quando ele se abre com o parceiro sobre este sentimento se sente mais alíviado  e melhora compreensão por parte do outro, que pode se engajar na luta contra o ciúme ao invés de ficar com raiva ou desistir da relação.

Colocar-se no lugar do outro.

Sempre que nos colocamos no lugar do outro a nossa visão do problema tende a mudar. O ciumento colocando-se no lugar do seu parceiro, irá se aperceber que está provocando danos emocionais terríveis e que pode inclusive estar empurrando a relação ladeira abaixo. É difícil encontrar um ciumento que consiga fazer assim, mas com jeitinho, bom papo, é possível conduzir o ciumento para que compreenda o tormento em que está transformando a vida do outro. E por outro lado, a vitima do ciumento, quando se coloca no lugar dele pode  entender melhor o seu sofrimento também.

Respeitar a liberdade, os sentimentos e as diferenças do outro.

E como vós quereis que os homens vos façam, da mesma maneira lhes fazei vós, também. Lc 6:31

Essa é uma premissa que os ciumentos não respeitam, têm um sentimento de posse da pessoa amada e o medo de perdê-la faz com que não respeitem esta ética. Não se pode robotizar pessoas, nem mesmo Deus se permitiu fazer isso conosco. Somos  livres para escolher o que queremos da vida, inclusive, para cometer erros se assim o quisermos.É claro que os nossos atos geram consequências para o bem ou para o mal.

Melhorar a auto estima.

Uma senhora comenta que quando ela está de bem com a vida, sem sentindo bonita, feliz mesmo, o seu ciume diminui muito, porque ela se sente fortalecida, bela o suficiente para encarar qualquer rival que apareça pela frente, mas quando está com a autoestima baixa, então, o seu ciume se torna obsessivo.
Então, fique bem , elimine da sua vida aquilo que tem te põe para baixo. Faça dieta, pratique esportes, diminua o peso, se alegre, se aceite. Se é um homem, repense seus valores de homem, sua capacidade de prover e proteger e suas realizações, descubra-se como alguém que tem valores, aceite suas limitações, ninguém é super homem ou completo em si mesmo.

Não ser dependente de pessoas.

Muitas vezes a pessoa ama excessivamente, e esse amor leva a pessoa a se tornar dependente da outra. Elas dizem: " Sem ele eu morro, não consigo mais viver, minha vida acaba".

Tenho como receita para minha vida pessoal que,  as pessoas contribuem para o meu bem estar, então preciso amá-las e ser amado por elas,  mas não posso entregar na mãos delas o meu destino, elas não podem determinar  a minha felicidade ou infelicidade. A minha dependência está Naquele que pode realmente me fazer feliz.Ele disse:

E, respondendo ele, disse: Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças, e de todo o teu entendimento, e ao teu próximo como a ti mesmo. Lc 10:27.

Ele estava  nos ensinando com que medida devemos amar. Amar a Deus acima de tudo, acima do marido, da esposa, dos filhos, dos pais, e amar aos outros como a mim mesmo. O amor tem que ter seus limites também. Eu não posso amar mais o outro do que a mim mesmo.
Ama mais a criatura do que o Criador, é idolatrar o outro. E quando é assim, as coisas começam a dar errado, o ciúme é um desses erros.
Não coloque o cônjuge acima de Deus porque ele não é Deus, não faça dele um objeto de adoração, entenda que ele é um ser livre e que o seu amor lhe pertence, mas não a sua vida.
Outra coisa, precisamos ter sempre em conta que a possibilidade de perder alguém que amamos é real. Claro que não queremos, mas temos que trabalhar isso na nossa mente, todos passamos por perdas de pessoas queridas. E a vida vai continuar de um jeito ou de outro e somos nós que escolheremos como queremos viver, se chorando para o resto de nossos dias , ou aceitando o consolo e voltando para a corrida.

Ter a confiança como base de um relacionamento.

Todas as coisas são puras para os puros, mas nada é puro para os contaminados e infiéis; antes o seu entendimento e consciência estão contaminados. Tt 1:15

É assim que deve ser o relacionamento, acreditando sempre na pureza do outro, na sua honestidade, fazendo disso uma premissa, um ponto de partida. O ciumento é esta pessoa de que fala o versículo acima, pois desconfia de tudo e de todos e nada é puro aos seus olhos. Na verdade os seus  olhos estão contaminados e não podem ver o que é real.

O profeta Zacarias  fala que as mentiras e o pensar mal do outros traz a ausência de paz para dentro de casa. Paulo diz que quem ama não suspeita mal, e mais, fala que não deve haver entre os filhos de Deus dissensões e invejas.

Estas são as coisas que deveis fazer: Falai a verdade cada um com o seu próximo; executai juízo de verdade e de paz nas vossas portas. E nenhum de vós pense mal no seu coração contra o seu próximo, nem ameis o juramento falso; porque todas estas são coisas que eu odeio, diz o SENHOR.(Zc 8:16,17)


Creio que não há que se falar em ser cristão se a relação conjugal tem como base a desconfiança. Acredito que o ciúme bem administrado tem o condão de proteger o relacionamento, não passa  dos limites, pois  se isso acontecer é sinal de desconfiança  e sobre está base não se constrói relacionamentos.

Confiar a Deus a guarda do seu cônjuge.

Se o SENHOR não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o SENHOR não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela. Sl 127:1

Uma pessoa pode construir um bom relacionamento, mas é Deus quem vai lhe dar graça para fazê-lo.
Penso o seguinte, vou estar observando as coisas que estão se sucedendo ao meu cônjuge, fazendo como Jesus disse: “orai e vigiai”, mas sabendo que o que os meus olhos vêm e a minha mente concebe, nem sempre é a realidade dos fatos.
Sei  que não posso vigiar o meu cônjuge 24 horas por dia, primeiro porque não é necessário e não é justo, e segundo porque é impossível, assim coloco a vida dele nas mãos de Deus para que Ele o proteja.
Gosto da história de Abraão e Sara no capitulo vinte de Gênesis, onde ele tentou proteger-se e a sua mulher com uma mentira, mas fracassou e um rei acabou levando-a para si, mas quando pensava em transar com ela, Deus interveio e mandou que ele devolvesse aquela mulher ao seu marido porque era casada com um servo do Senhor. Será que você tem fé para crer que Deus cuida do seu cônjuge também?
Afirmo que Deus  protege muito mais um cônjuge do que qualquer outro ser humano.

Contabilizar todas as suas suspeitas que não deram em nada.

Isso deve ser feito pelo próprio ciumento. Caso queira pode até registrar os eventos. A todo instante ele pensa mal do outro, então, quando isso acontecer, ele deve escrever a desconfiança e esperar para ver no que vai dar, se a suspeita era fundada ou não. Se fizer isso,  irá descobrir que estava errado, não havia motivos para ter desconfiado. Isso servirá para apoiar pensamentos futuros e se arrepender de todos eles.

Entender que saúde relacional é uma necessidade humana.

Precisamos de relacionamento para viver.E como marido ou esposa faremos o nosso melhor para ser uma companhia agradável , mas por melhor que um cônjuge seja, não será suficiente. Outros relacionamentos serão necessários. Um ser humano precisa   viver junto de outras pessoas., ouvir e ser ouvido. As pessoas tem uma família de origem, pais e mães, têm amigos, tem um história, conheceram gente, e não se pode impedir isso por conta de um sentimento mesquinho e controlador.
Quando alguém é impedido de ter amizades e de  se relacionar com outras pessoas, ela adoece emocionalmente. Eu  não consigo imaginar como é que pode alguém dizer que ama, mas impõe tal sofrimento ao amado, privando-o de viver.

Quando se vive debaixo de um ciúme doentio, aumenta-se a possibilidade do adultério:

O ciumento é aquele que de tanto sugerir que seu cônjuge o está traindo, ou na iminência de fazê-lo, que acaba contribuindo para o adultério. Isso é estatístico, é científico, quando se vive debaixo do jugo de um ciumento, tem-se aumentada a possibilidade de um adultério. E não é difícil encontrar as razões, primeiro porque faz do outro um oprimido, um prisioneiro, faz sugestões, indica pessoas, faz com que o outro passe a pensar no caso, e acima de tudo, faz do outro um mal amado que precisa buscar no amante(a) um pouco de refrigério.


Concluindo:

O ciumento excessivo precisa da ajuda Deus, tem que se encher do Espírito, visto que quando se está cheio de Deus se erra menos, agride menos, acusa menos, suspeita menos.

O cimento precisa da ajuda de um médico psiquiatra, com medicação se necessário for.

Se não aceitar ajuda, estará escolhendo o fim de um amor.

Ao ciumento digo, pare de culpar as pessoas ou seu cônjuge. Pare de olhar os outros como seus inimigos e rivais, e também de olhar seu cônjuge como alguém que não tem dignidade, que não merece sua confiança. Seja um pacificador de sua relação.


domingo, 23 de dezembro de 2012

Um homem pode amar sua esposa, seus filhos, sua casa, e ainda assim, trair.

Por Pastor Ismael Roselei de Carvalho.

Decididamente, os homens encaram o sexo de uma maneira completamente diferente das mulheres. Para elas, o sexo, é emocional,  um ato de amor. A percepção que um homem tem com relação ao sexo é  físico, não está necessariamente vinculado a sentimentos de amor.

Se uma esposa perguntar ao seu marido se ele está satisfeito em ter sexo apenas com ela, se houver verdade nele, ele responderá que se fosse possível manter as coisas como estão, sem nenhum prejuízo para o relacionamento, então, ele gostaria sim de ter mais alguém com quem transar.

Não fazendo apologia do pecado, mas encarando a realidade da vida,  um homem pode amar sua esposa, seus filhos, a família como um todo, ter uma ótima relação íntima dentro de casa, e ainda assim ter um envolvimento com uma mulher estranha sem pensar duas vezes. E é exatamente por ser assim que a Bíblia, no livro de Provérbios traz conselhos de mãe para filho, para que não se aproxime da mulher adúltera ou prostituta ,pois ela será para ele um laço. No mesmo sentido Jó faz um pacto com seus olhos de não se permitir ficar olhando para outra mulher. E é também por isso que Paulo orienta que a arma contra o adultério é a fuga e não o enfrentamento.E porque um homem que está bem ajustado com sua esposa e família, faria algo assim? Porque para ele sexo é só sexo, não significa nada além disso.Pode ser que exista na outra mulher algo que o desperte fisicamente, porém, seu vínculo emocional, de proteção e provisão, está com a mulher que ele tem em casa.

E o que se pode aprender com isso? Nós homens aprendemos que não podemos brincar com a possibilidade de nos envolvermos em um adultério e por isso mesmo, ter valores bem firmados na alma com relação a isso. Tem-se que estar sempre pronto para fugir e não brincar com a situação , mesmo porque, mulheres querendo algo tem por todo lado.E as esposas aprendem que seu marido tem esse "defeito" , mesmo sendo ele um cristão ( basta ver o aumento do adultério acontecendo entre os cristãos) e por isso farão um investimento na vida sexual para que não se tenha aumentada a propensão masculina para o adultério.

Ele deve ter diminuídas as razões que eventualmente teria para adulterar, caso contrário, a sua índole sexual mais os motivos o levarão para uma experiência assim. Creio que o adultério é injustificável, porém, pode ser explicável, muitas vezes criou-se um ambiente favorável para que acontecesse.

E na maioria das vezes, um homem acha que não haverá consequências e só perceberá a besteria que fez quando a "casa cair".

Deus, de fato, abençoa um casal com saúde, com saúde sexual, com sabedoria para administrar a vida, mas na prática, quem irá cuidar para fazer do casamento algo que traga alegrias é o próprio casal , e para dar certo tem que investir na relação e para dar errado, basta deixar a vida nos levar, sem maiores preocupações e cuidados. Pense nisso.


sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Com a palavra, a esposa: "Obtenha mais atenção dando atenção".

"Obtenha mais atenção dando atenção."


Eu aprendi que , quando o meu marido mostra o menor gesto de afeição ( mesmo que seja um simples "você está bonita, hoje". ), eu preciso exagerar na demonstração de agradecimento por essa atenção dele. Eu passei um ano e meio dizendo ao meu marido que precisava de mais afeição por parte dele ( até mesmo falei claramente que queria que ele dissesse que eu era bonita). Ele não respondia a esses pedidos e expectativas. Mas, um dia, quando ele me fez um elogio inesperado, eu parei o que estava fazendo e o abracei e beijei e disse o quanto ele significava para mim. Comecei a fazer isso toda vez que ele fazia alguma coisa legal, e adivinhe só? Ele presta muita mais atenção em mim, agora. Ele diz que sou linda quase todo dia, junto de  muitos "eu te amo" e "você é a melhor coisa que me aconteceu". Os homens nem sempre são atenciosos da forma que as mulheres querem que sejam. Se você quiser que ele se esforce para fazer coisas que não são naturais para ele, precisa tornar isso recompensador para ambos."

-Jaclyn, cinco anos de casada.

Extraído de "Os segredos das mulheres felizes no casamento".

Scott haltzman e Thereza Foy Digeronimo.
Gente, Editora.

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

" Vivo chorando por causa do adultério dele, como ser curada disso"

Aconselhamento biblico Por Pastor Ismael Roselei de Carvalho. Prezado pastor, gostaria de compartilhar a minha recente experiência no casamento e pedir um aconselhamento. Sou casada há 5 anos, mas já estamos juntos há 10 anos. Amo meu marido, sou serva do Senhor, pela misericória, mas meu marido ainda não se converteu. Nós somos jovens, eu tenho 28 anos ele 26 anos. Não temos filhos. Quando me converti, já estavamos namorando e não consegui terminar o relacionamento pois já o amava muito. Então noivamos e casamos para não entrar em pecado. Ocorre que, ´nos ultimos meses nosso casamento entrou em uma "frieza" ... Passei por uma crise profissional e por isso passei a ficar mais fria com meu marido, não dava mais a atenção que era devida, brigava por tudo, pelas bagunças, por qualquer bobagem eu criava caso. E nesse desgaste, aconteceu o pior... Há 2 meses meu esposo foi participar de um treinamento de 5 dias em um hotel com a empresa, e lá conheceu uma moça e acabaram trocando telefone. Depois de alguns dias marcaram pra sair e meu esposo me traiu com ela. Ño mesmo dia, Deus teve misericórdia de mim e me mostrou a traição. Quando ele chegou em casa foi mandar uma mensagem pra ela e "sem querer" enviou a mensagem para o meu celular. E Eu descobri tudo. Ele jura que não passou de beijos, que se encontaram em um restaurante e aconteceu isso. Eu, em desespero, fui para casa dos meus pais, chorava muito, descontrolada, sem acreditar no que tinha acontecido. Imaginar que eu marido, depois de 10 anos juntos, havia beijado outra mulher. Ele também entrou em desespero no trabalho, ligou para os pais dele que também se desesperaram. Desestruturou toda nossa família. E depois de 2 dias ele foi na casa dos meus pais me perdir perdão, chorando, se mostrando arrependido, dizendo que não sabia como fez aquilo. Resultado: eu o perdoei! Voltei pra casa, nós estamos juntos pela misericórdia do Senhor. Ocorre que já se passaram 1 més e meio e eu ainda choro muito, sinto dor quando lembro do que aconteceu, as vezes não me conformo, pergunto porque, nosso amor sempre foi tão bonito, como ele se deixou envolver? Meu esposo tem tido muita paciência comigo, e sempre me ouve quando desabafo e choro. ele diz que me ama, que vai ficar do meu lado. Entrei em uma campanha de 21 dias de jejum, espero que em breve me liberte dessa dor e angustia. Pastor, o que o senhor acha diante dessa situação? O que devo fazer para conseguir não sentir mais dor quando lembrar do que aconteceu? Quero muito que meu casamento seja restaurado. Por favor, me ajude! Resposta: Irmã, começo dizendo que se você está disposta a superar e reconstruir o relacionamento, então, mais um tempo você se lembrará do ocorrido, porém, não sentirá mais aquela descarga de adrenalina ( frio na barriga ), e depois disso, não sofrerá tanto. Esse será o trabalhar de Deus, agora, não espere que seja assim do dia para a noite, afinal foi um erro grave, um trauma na sua vida, e a mente vai ter que trabalhar no sentido de apagar esta lembrança amarga, e isso leva tempo. Agora se você ficar ruminando a lembrança do ocorrido, trazendo a tona, discutindo os porque, querendo saber detalhes, então, vai ficando difícil e a depressão poderá te alcançar. O negócio é crer que Deus está vendo tudo e te ajudará nesse processo de cura. Creio que uma das formas de tratar disso é você fazendo uma análise do ocorrido, fazendo um juízo racional sobre o assunto, não deixando os sentimentos interferirem ( se é que é possível pedir isso). Outra coisa é estudar um pouquinho sobre os homens e o sexo, as diferenças com relação as mulheres e nisso você descobrirá coisas que não justificam o adultério , porém, explicam o porque aconteceu, e isso será de grande ajuda. Sabe irmã, em direito, tem algo chamado "iter criminis" , expressão em latim, que significa "o caminho do crime". E o "iter criminis" tem as suas fases, iniciando pelo momento em que o criminoso pensou sobre o crime a ser praticado, depois passa para a fase da preparação( armas,meios,ambiente,etc) e por fim pela consumação. Uma das formas de se prevenir o crime é diminuir as razões que os seres humanos tem para comete-lo, daí é quando o Estado fala em distribuição de renda, erradicação da miséria. Dessa forma a pessoa só vai para o crime se lhe faltar caráter e não pelas circunstâncias . A comparação com o adultério é que na primeira fase, na elaboração mental sobre o evento,se o pecador tem alguns motivos para neles se arvorar, se encorajar,ou mesmo para justificar para si mesmo o erro a ser cometido, então fica faltando apenas uma oportunidade. E nisso o diabo é "expert". No caso de seu marido, será que se as coisas estivessem um pouco melhor entre você dois, ele não teria resistido de modo mais eficaz a essa tentação. Também não quero aqui transferir a culpa dele para você, não , mas apenas para você perceber e ver razões para um relacionamento mais saudável possível daqui para frente, não dando , como falamos, "brecha" para o mal entrar. Você concorda que ele estava num estado de vulnerabilidade quanto ao sexo. Uma mulher precisa de um motivo para adulterar, um vazio emocional, um romance, um sentimento, mas o homem não, ele só precisa estar vivo , de uma mulher e um cantinho. Eu sei que isso soa machismo, mas se fosse uma mulher que tivesse adulterado, o mesmo valeria para ela. Quanto o ser humano não está se sentindo amado, ele pode procurar um pouco de amor em qualquer lugar, ainda que maligno. Então querida, você decidiu perdoá-lo, com o que eu concordo, porém, não se demore muito em administrar o corrido em seu coração, volte logo a ser uma esposa maravilhosa, aproveite o fato de ele estar arrependido e demonstrar isso, e façam junto reformas nesse relacionamento. Namorem, passeiem, dêem-se as mãos, saiam mais que vencedores dessa crise, saiam fortalecidos. Voltm ao primeiro amor. De vez em quando. se você tiver uma recaída , saiba que vai passar, e você voltará a sorrir na manhã seguinte. Não alimente sofrimento. Diga para o Diabo que você já o perdoou e por isso ele - Diabo - perdeu. Apega-te a Deus e te sobrevirá o bem. Encha seu coração de Deus, de amor, pois quando estamos cheio Dele, perdoamos mais facilmente, somos mais tolerantes, pacientes, compreensíveis. Fique com Deus, fique em família.

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Com a palavra, a esposa: "Noventa e nove por centos das vezes, encontramos uma solução"

"Noventa e nove por cento das vezes, encontramos uma solução."

Quando há assuntos importantes sobre os quais vale a pena discutir, eu já aprendi a nunca começar uma discussão quando um de nós está nervoso. Eu fecho a boca e me recuso a discutir,mas espero um momento em que estejamos os dois mais relaxados e abertos para uma comunicação franca. Então eu falo sobre o assunto construtivamente - sem acusações, broncas ou resmungos - , apenas apresentando o problema e como ele me afeta, e então pergunto a ele como podemos corrigi lo. Isso coloca o problema sob uma luz positiva, em vez de colocar um ou outro na defensiva  Noventa e nove por cento das vezes encontramos uma solução, ou um de nós cede para salvar o relacionamento. Eu, pessoalmente, acho muito mais fácil "ceder" ao ponto de vista dele quando encaramos o problema juntos, em vez de estarmos em posições apostas, defensivas ou agressivas.

-Karen, 25 anos, dois anos de casada.

Extraído do Livro " Os segredos das mulheres felizes no casamento."

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Com a palavra, a esposa: "Tudo vai ficar dez de novo"


“ Tudo vai ficar dez de novo.”

Um casamento é feliz quando você se apaixona novamente depois de ter pensado que perdera a paixão. Isso acontece quando você escolhe calar em vez de procurar briga. Às vezes eu acho que tenho um casamento feliz e em outros momentos  acho que poderia ser melhor. Mas uma coisa que possa dizer, quando não tenho certeza se estou realmente contente, é que ainda o amo e me importo com ele. Em uma escala de um a dez, eu dou dez para quando as coisas estão indo superbem. Quando não estão bem, provavelmente é entre três e cinco. Em ocasiões assim, eu me cobro para ser um pouco mais atenciosa, paciente e amorosa, para logo ficar dez de novo. Acho que considero um casamento bem sucedido como uma coisa que não vai parecer sempre feliz, mas na verdade é, se você ficar firme nas horas difíceis.” 

Jayne,  43, treze anos de casada.

Extraído do livro:" Os segredos das mulheres felizes no casamento."

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Esfriamento sexual - Salomão e sulamita tinham problemas na cama?

Por Pastor Ismael Roselei de Carvalho.

Será que Salomão e a sulamita tinham problemas de esfriamento sexual.

Esta semana nos detivemos a pensar sobre a questão do esfriamento sexual do casal casado.Que o esfriamento ocorre, isso é fato. Quase todos os casais passam por um momento assim. E o que pode ou deve ser feito para evitar que o esfriamento ocorra? Tem alguma fórmula mágica? Em conversa com um amigo, Pr Paulo F.Teixeira, estudioso da mente humana, ele me dizia:

" É normal após o casamento ter um esfriamento de convívio, pois nós somos motivados sempre por algo, e como o casamento é um algo grande a ser atingido, principalmente nós cristãos que não experimentamos o sexo antes do casamento, que é um dos maiores estimulantes para o desejo de se casar após o suposto amar, com o tempo vira uma atitude repetitiva, e esta mensagem para o cérebro não é bem vinda e reagimos colocando para fora nossa insatisfação que vem expressada através de características de nossa personalidade versus temperamentos psicológico (colérico, fleumático, sanguíneo e melancólico). A mesma coisa acontece quando entramos no emprego, quando compramos o carro, uma roupa nova, logo abandonamos aquele grande interesse que tínhamos quando estava novo. Na psicanálise Freud e Lacan mostram que existem um vazio, um furo,uma falta de completude em nós, sempre estamos buscando algo para nos preencher."

Trocamos em miúdos temos que buscar inovar para nos darmos por satisfeitos, e isso em todos os sentidos da vida. E na área sexual, o que se aconselha aos casais? Bom, como de costume, acho sempre interessante examinar o que a Bíblia diz sobre o assunto, o que ela tem a  ensinar.

Primeiro, ela nos diz que o casamento se consuma com o ato sexual, onde eles se tornam um, depois, lemos Paulo dizendo que os cônjuges não devem se negar um ao outro, evitando assim que caiam em tentação por causa da falta de sexo. Mas, os maiores detalhes sobre o relacionamento afetivo sexual do casal nós encontramos no Livro  de Cantares de Salomão. Esse casal é para nós um modelo de relacionamento. Eles se  estimulam mutuamente com palavras elogiosas, manifestando sua admiração  e desejo pelo outro e fazem isso de  forma poética e romântica ( eles não usavam pornofonia – palavrões)  E a inovação sexual se mostra na vida deles, vemos a sulamita  falando do cheiro bom, do  perfume, da beleza do amado, do seu falar e do seu toque. Ela o procura, o deseja, e faz com que ele perceba isso. Ela lhe pede que volte logo dos campos,  pois ela está sedenta do seu amor. Ela toma a iniciativa e prepara uma "fugidinha" com ele e lhe promete que ali num lugar lindo de natureza exuberante  lhe daria o seu amor . Ela afirma que o leito deles é um viçoso, tem vida, tem amor, tem sexo, pois ele não apenas é formoso, mas também amável para com ela.  Que marido não se sentiria estimulado a voltar logo para casa tendo uma mulher dessa a sua espera. Ela diz que ele tem "saudades dela" e , por aquilo que lemos e cremos, realmente ela era uma mulher arrebatadora. Ele chegou a conclusão que existem muitas mulheres poderosas , mas ela, a sulamita, é única.Dê uma olhada como era o diálogo deles:

-Beije-me ele com os beijos da sua boca; porque melhor é o teu amor do que o vinho. Cânticos 1:2

-Eis que és formosa, ó meu amor, eis que és formosa; os teus olhos são como os das pombas. Cânticos 1:15

-Eis que és formoso, ó amado meu, e também amável; o nosso leito é verde. Cânticos 1:16

-A sua mão esquerda esteja debaixo da minha cabeça, e a sua mão direita me abrace. Cânticos 2:6

-Até que refresque o dia, e fujam as sombras, volta, amado meu; ...Cânticos 2:17

-O meu amado é meu, e eu sou dele; ele apascenta o seu rebanho entre os lírios. Cânticos 2:16

-...logo achei aquele a quem ama a minha alma; agarrei-me a ele, e não o larguei, até que o introduzi em casa .... Cânticos 3:4

-Tu és toda formosa, meu amor, e em ti não há mancha. Cânticos 4:7

-Favos de mel manam dos teus lábios, minha esposa! Mel e leite estão debaixo da tua língua, e o cheiro dos teus vestidos é como o cheiro do Líbano.
Cânticos 4:11

-A sua boca é muitíssimo suave, sim, ele é totalmente desejável. Tal é o meu amado, e tal o meu amigo, ....Cânticos 5:16-17

-O teu umbigo como uma taça redonda, a que não falta bebida; o teu ventre como montão de trigo, cercado de lírios.Cânticos 7:2-3

-Eu sou do meu amado, e ele me tem afeição.Cânticos 7:10-11

-Eu sou um muro, e os meus seios são como as suas torres; então eu era aos seus olhos como aquela que acha paz.Cânticos 8:10-11

Lendo estas coisas românticas que um diz para  o outro, fica a pergunta, será que eles tinham problemas na cama? Penso que não, pois a inovação acontecia e assim eles estavam satisfeitos sexualmente. Eles faziam uso de estímulos verbais, provocações, preparavam"fugidinhas", tornavam os ambientes agradáveis, boas fragâncias, locais exuberantes, usavam estimulante sexual (mandrágoras), contemplação do corpo , variações sexuais, e outros.

E qual o valor (monetário) do investimento que um fazia no outro. Muito pouco, quase nada.  Elogiar, encorajar, admirar qualquer um pode fazê-lo. Talvez a pessoa não tenha dinheiro para fazer um cruzeiro, uma viagem nas costas do Brasil, ou um voo até a Europa, mas para se apaixonar não é necessário que seja algo dispendioso, basta querer e fazer.

Fique com Deus, fique em família


domingo, 16 de dezembro de 2012

Estou envergonha por ter dado uma segunda chance ao meu marido.

Aconselhamento conjugal por Pastor Ismael Roselei de Carvalho.


A paz do Senhor!!

Pastor,  há tempos tenho visto suas mensagens, pregações e acompanhado seu site.
De início quero ressaltar que há 4 anos e meio entreguei a minha vida para Jesus e nunca foi desejo do meu coração a separação conjugal.
Sou casada há 14 anos tenho um filho de 9 anos já educado nos caminhos do Senhor. Meu esposo não é convertido .Conheci Jesus em meio ao sofrimento do adultério no começo paguei com a mesma moeda, mas DEUS só me machuquei mais e mais ,me arrependi,enxerguei o conceito que DEUS tem sobre família e comecei a batalhar por ela.
Meu esposo sempre foi adultero começou com mensagens, depois telefonemas e por ultimo a consumação do ato sexual.
Sempre achou que o casamento é um fardo, final do ano passado chegou ao extremo saiu de casa, foi morar com a mãe, queria liberdade, começou a namorar uma pessoa e isso durou 3 meses, se arrependeu pediu para voltar como exercia alguns cargos na igreja onde sou membro o pastor esta por dentro da situação, conversou com ele e parecia que estava querendo mudança.
Não demorou muito e ele começou a frequentar uma igreja mais perto da nossa casa que é benção também para acompanha -lo comecei ir também afinal somos um casal meu pedido para DEUS sempre foi a salvação e conversão dele não especifiquei placa de igreja.No começo estava tudo bem ele participa do ensino bíblico, das reuniões dos homens e dos cultos aos domingos...mais isso foi diminuindo com o tempo , comecei a notar mudança de comportamento e descobri que anda trocando mensagens novamente, hoje ele não quer separação mais pastor estou tão cansadas da mentiras eu sei quando ele mente, tenho convicção e ele insiste na mentira. Meu filho entra em desespero pelo período que ficamos separados desconheço uma criança que ora tanto pela conversão do pai como ele, as irmãs da igreja até comentam porque qualquer motivo de oração ele levanta a mão e já fala pela conversão do meu pai... Falo isso com lágrimas nos olhos porque sei da pureza da oração dele.
O fato é que quando voltamos meu marido prometeu 1000 coisas pra mim e para DEUS, prometeu servi- lo, prometeu que se arrumasse um emprego bom o nome DELE seria glorificado e outras coisas, mas ele fraqueja na área da prostituição, consegue despir uma mulher com os olhos, pega telefones para ligar se passa por solteiro, sem filhos etc e mente demais. Fala que vai mudar, que gostaria de ser como os irmãos da igreja na fé, mas que não consegue. Hoje não estou na minha antiga igreja, deixei meus ministérios, sinto falta de trabalhar para o SENHOR, frequento a igreja que íamos juntos, mas ele dificilmente vai.
Estou cansada pastor, carrego o fardo da vergonha por ter dado outra chance, acreditei nele, algumas pessoas não aprovaram e hoje não tenho ninguém para desabafar, sou eu e DEUS, ando muito abatida, não confio mais nele, estávamos começando a reformar nossa casa o material esta todo comprado.... a TRAIÇÃO faz com que você se sinta um LIXO... Um nada..... Eu sinceramente não entendo o porque da dificuldade das pessoas obedecerem e servir a DEUS...Eu sei que DEUS odeia o divórcio.... Se fosse pedir um presente para o PAPAI do CÉU agora pediria a fidelidade de meu marido para com DEUS, pois quando ele for fiel a DEUS consequentemente será fiel a mim... Me perdoe o desabafo mais vejo com DEUS tem usado o você seu ministério é um BENÇÃO!!!

Irmã, paz. 

Eu fico triste por saber que as coisas andam mal na sua casa. Não deixe a vergonha te destruir, pois você fez o papel de uma esposa cristã. 
Quanto ao seu marido, seria bom estudar o caso e ver se ele não é um viciado em sexo, um compulsivo sexual. Se ele for compulsivo, você poderia comparar isso ao vício das drogas, da bebida ou do jogo, pois acaba sendo algo muito forte, e ele precisa de ajuda para superar, e as quedas deverão ser levadas em conta. 
Se eu estiver certo no que penso, ele precisa ser esclarecido sobre compulsão sexual. Tem que perceber que esse desejo sexual exagerado é perverso e precisa ser contido de alguma forma. Talvez ele não tenha se dado conta que também está em sofrimento. 
Um compulsivo sexual costuma pensar que é muito macho, e não vê que é na verdade um doente. Pensa em sexo o tempo todo, só fala disso, quer sexo a toda hora. O desejo consome o seu tempo e energia. Se fosse possível conversar com os amigos de trabalho talvez eles confirmassem esse perfil dele. 
Normalmente um compulsivo sexual acaba indo mal no trabalho, no relacionamento familiar perde a esposa, os amigos se afastam e a vida vira um inferno. E ele continua achando que é muito macho, mas na verdade é um escravo. Convide-o para uma consulta a um psicólogo cristão, quem sabe uma terapia, sempre ajuda. E se não for nada disso, estando eu equivocado, então, talvez,  seja algum problema entre vocês dois. Como vai a vida sexual? Faça uma experiência, ofereça a ele um bom sexo, com inovações e procure fazer tudo para melhorar o relacionamento e veja o que acontece. De repente pode ser que esteja havendo uma não satisfação entre vocês dois.Se você tem bloqueios sexuais, se tem algumas dificuldades, leia o livro de cantares e veja as coisas que a esposa sulamita fala e faz para o seu marido. Ela é uma mulher proativa sexualmente, ela o procura, prepara o ambiente, traz perfumes, o provoca, o convida para o amor, enfim, uma série de coisas para incrementar a relação. E Salomão chega um momento que diz: “Oitenta são as rainhas, 60 são as concubinas, e um número incontável as virgens, mas uma é a minha amada”. Eu vejo que ela conquistou o coração dele através de um bom sexo. Claro que eu sei que o seu coração pode não estar disposto a passar por esta experiência, mas tente, alguma coisa tem que ser feita. Tem um livro muito bom, “Amor, tudo que ela quer, Respeito, tudo que ele precisa”, e o autor, Emerson Egherichs, fala sobre um ciclo insano (doentio) que por vezes se instala na vida do casal, ele não lhe dá amor e ela por sua vez, não lhe dá respeito, e assim, ninguém abre mão. E a proposta é exatamente esta, um dos dois quebrar o ciclo insano e iniciar um ciclo virtuoso, e para isso, não se pode ser  levado por sentimentos, mas tratar o tema como uma coisa racional, um esforço de cura.
Sabe querida, eu creio que as nossas orações, ao menos boa parte delas, deveriam vir acompanhadas de atitudes condizentes com o que foi orado, e quando isso acontece , Deus vê a nossa fé e o nosso querer por aquilo que foi pedido na oração e isso, aos meus olhos, sempre comove o coração do Pai. Se você está pedindo um marido fiel, então comece a oferecer-lhe um bom sexo. Se você pede um marido convertido, então fique firme na igreja e firme com Deus ( não fique trocando de igreja, você perde vínculos com pessoas que poderiam te ajudar).
;Faça isso e depois a gente volta a se comunicar, e creia na intervenção de Deus, eu sempre acredito que a “cavalaria” celestial vai chegar e me livrar do mal. Deus sempre nos dá um escape quando confiamos totalmente Nele.
Fique com Deus, fique em família.

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

O esfriamento dos cônjuges em relação ao sexo é extremamente comum, mas é normal?

É amanhã...
Se você puder assista o programa "Vejam Só" da RIT.

O Pastor Ismael e outros pastores estarão tratando desse tema.

Você tem a opção de assistir pela net no site www.vejamso.com.br


terça-feira, 11 de dezembro de 2012

É normal o casamento se esfriar ? Tema do "Vejam Só" para 14/12 -sexta feira.

Com a participação do Pastor Ismael Roselei de Carvalho, Casados em Cristo, teremos nesta sexta próxima, dia 14/12/12, um programa interessante, onde o assunto é o esfriamento do relacionamento depois do casamento.
Você pode participar mandando sua opinião via email, entre no site www.vejamso.com.br, inclusive se você não sintoniza o programa pela TV pode assistir pelo site.


Pastor Eder Cocareli apresentador do Vejam Só.
Seguem algumas informações referentes ao programa VEJAM SÓ!:

apresentador- Eber Cocareli
emissora- RIT (Rede Internacional de Televisão)
canal- 40 UHF, 6 SKY, 12 NET, 1140 parabólica ou pelo site www.vejamso.com.br

domingo, 9 de dezembro de 2012

Meu marido é ciumento, não me deixa trabalhar, será que vai dar certo meu casamento?

Aconselhamento por Pastor Ismael Roselei de Carvalho.


Olá Pastor Ismael, 

Meu meu nome é Alexsandra tenho 33 anos, tive um relacionamento aos 16 anos, moramos juntos 5 anos, tivemos 2 filhas, foi um relacionamento muito difícil, pois,  ele era muito agressivo .Depois que eu me separei eu fiquei tão traumatizada que não quis me envolver mais com homem.Relacionei-me durante 10 anos com mulher até que conheci uma outra pessoa que no inicio me fez mudar totalmente o que eu pensava dos homens. Estamos juntos há quase 2 anos,só que agora nosso relacionamento não anda bem, tudo é motivo de briga, já não sei mais o que fazer, ele tem ciúmes sem nenhum motivo. Eu só saio de casa pra ir a igreja e ele vai também. Então não tem motivo nenhum. Até das minhas contas de internet, profissão ele tem ciúmes, sou operadora de Telemarketing.Estou sem trabalhar porque ele acha que essa profissão tem muita possibilidade de muitos homens me cantarem. Será que o fato de não dar certo para marcar o casamento é um sinal de Deus que o casamento não vai dar certo?
Eu quero muito me batizar, mas pra isso eu preciso me casar. Ele não é agressivo, trata a minha filha com muito respeito, graças á Deus. O problema é o ciúmes,  ele acha que a qualquer momento alguém vai dar em cima de mim e por isso a gente acaba brigando muito.O que eu devo fazer ?

Irmã, paz.

Você já é uma mulher madura, experimentada nas relações afetivas e por isso creio que deve ter já uma base emocional para mensurar o quanto esse ciúme te incomoda ou não.

Um homem perfeito você não vai encontrar, penso que simplesmente trocar de marido toda vez que alguma coisa não vai bem é algo que está fora de cogitação para os filhos de Deus. Mas é bom estar com alguém imperfeito, porém, tratável.

Seria bom fazer um diagnóstico da situação que  vocês estão enfrentando.
Vocês estão felizes sexualmente? Ele está tendo algum problema de saúde sexual? Você está ficando mais atrativa, está chamando a atenção dos homens pelo seu modo de ser, de vestir e de se relacionar com o sexo oposto?

Se ele não era ciumento e agora está assim, pode ser algum detalhe de suas vidas e de seu relacionamento com ele e com outros.
Procure não dar motivos, tenha suas contas de internet sempre aberta para ele, não tenha senhas secretas, leve uma vida de transparência.

Quanto ao trabalho, operadora de telemarketing, não deveria ser motivo suficiente para ele se queixar, pois o contato é só via fone, já pensou se você fosse  uma garçonete ou outra profissão, onde o contato é físico?

Você deve discutir o problema com ele, usando a Bíblia, pegue o texto de Tt 1.16 onde diz que tudo é puro para os puros e nada é puro para quem está com o coração contaminado, e peça a ele para refletir sobre esse texto. Leiam também  Zc 8 onde diz: “Eis as coisas que deveis fazer, falai a verdade, praticai a retidão nas suas portas, não pense mal de seu companheiro, em prol da paz”. Vocês poderiam também discutir I Co 13 onde Paulo fala sobre o amor e o define mostrando suas características, por exemplo, o amor não suspeita mal, não arde em ciúmes, não se ressente do mal, não se exaspera, etc.

Um cônjuge ciumento afasta o amor, traz a intriga, as ofensas e acusações, e por fim, empurra o parceiro para os braços de outra pessoa. Por falta de alegria, satisfação, prazer sexual, a vitima do ciumento acaba procurando outra pessoa para dela receber o que o parceiro não lhe dá. Ainda que isso seja maldito, perverso e maligno, essa é a realidade da vida.

Quanto às dificuldades burocráticas elas podem ser apenas burocráticas e não espirituais, acho temerário a gente ver nos entraves da vida um recado de Deus, pois se pensar assim, poderia ser também uma luta do Diabo para evitar uma benção em sua vida, entende?

Quanto a um prognóstico sobre o relacionamento de vocês eu digo o seguinte, só Deus sabe. O importante é saber o quanto você e ele estão dispostos a investir nesse amor, você está a fim de fazer dele uma prioridade em sua vida, ele quer cuidar de você, protegendo e amando. Vocês dois aceitam ser tratados por Deus, sabem viver o Amor e o perdão, essas questões podem responder a sua pergunta se o casamento vai dar certo ou não.

Independente de tudo, você precisa levar Deus à sério, esse negócio de viver relacionamentos informais, mais ou menos descompromissados, isso não te leva a alegria conjugal. Você é nova na fé, aceitou Jesus há 08 meses, então é hora de mudar o coração, Deus deve ser prioridade, vá arrumando tudo que estiver fora do contexto da santidade.

Fique com Deus, fique em família.


sábado, 8 de dezembro de 2012

Como o homem e a mulher gostam de ser acariciados?

Por Alan e Barbara Pease.

Como o homem e a mulher gostam de ser acariciado.

Quando a pele humana é tocada levemente ou acariciada, é liberado o “hormônio da carícia”. Aumenta a sensibilidade ao toque e o sentimento de intimidade. É fator determinante do comportamento das mulheres em relação a homens e bebês. Quando a mulher amamenta é esse o hormônio que estimula o reflexo que faz soltar o leite.
Quando a mulher acaricia o seu homem ela está dando o que gostaria de receber dele: cafuné na cabeça, a mão no rosto, um massagear leve nas costas e nos cabelos. Esse tipo de toque não faz o mesmo efeito nos homens, pois a sua pele não tem a mesma sensibilidade que a das  mulheres,  e em alguns momentos até incomoda. Na verdade eles gostam e muito de serem tocados em outro lugar, naquele lugar.
Quando o homem  toca a mulher ele dá o  que quer receber. E  então  aperta os seios e o entre as pernas, e esse tipo de toque, geralmente, a mulher não gosta.
Homem e mulher devem aprender a tocar a parceira(o) de acordo com a sensibilidade e as necessidades individuais.Assim o relacionamento fica mais rico.

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Pastor Ismael Roselei, Casados em Cristo, no "Vejam Só" da RIT com outro tema.




















O Pastor Ismael foi convidado pela produtora do Programa "Vejam Sò" da Rede Internacional de Televisão - RIT, para estar participando do programa do dia 14/12 - sexta--feira , que vai ao ar às 22 horas.

Tema: O relacionamento conjugal esfria depois de algum tempo de casamento, isso é normal?

Você pode participar dando sua opinião, entre no site
www.vejamso.com.br  .

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Dvd Palestra com Pr Ismael "O Sexo que os cristãos praticam."

Palestra proferida na Igreja Quadrangular Sede em Ourinhos em Seminário Regional para Casais pelo Pastor Ismael , Casados em Cristo.

Nessa palestra o Pastor Ismael responde a indagações da grande maioria dos cristãos:

-Freqüência em motel,
-Sexo anal,
-Sexo oral,
-Fantasias eróticas,
-Frequência nas relações sexuais,
-Vale tudo entre 04 paredes?
-Outras mais.
Além disso , fala das reclamações mais comuns dos homens e das mulheres cristãs com relação a vida sexual.

Você pode encontrar esse DVD e outros do Pastor Ismael na Livraria Água Viva, ali na Rodoviário de Ourinhos-SP e aqui na nossa loja do blog.

Engravidei de um lobo que me seduziu e me desprezou.

Por Pastor Ismael Roselei de Carvalho.


Olá Pastor,
Tenho trinta e um anos e há um ano estou nos caminhos do Senhor, estava indo tudo bem, em santidade, fazendo a obra etc. Estava passando por algumas dificuldades financeiras, mas confiava plenamente em Deus para as minhas causas. Solteira e com uma filha de dois anos e meio, Tinha plena convicção de que deveria esperar no Senhor e havia feito um voto com Deus que relações sexuais somente depois do casamento. Porém há três meses passei a conversar com um homem transferido para o meu local de trabalho, o qual é cristão e as conversas foram se estendendo para relacionamento amoroso, momento em que disse a ele do meu voto, o qual passou a fazer comentários do tipo você é muito fanático, não pode seguir as coisas à risca, eu vou casar com você, mas precisamos nos conhecer, entre outros. Sei que deveria ter tido discernimento nesta hora para saber que deveria sair dessa, porém as coisas tomaram outro rumo, fiquei na esperança de que ele aceitasse, mas quando percebi já estávamos na cama. Perdi meu ministério por causa do pecado praticado. Estou grávida de dois meses, e depois que disse à ele, se afastou, perdeu todo o afeto que tinha comigo, alega que está em depressão, diz sempre que conversaremos depois. Eu o apresentei para minha família e disse que era meu noivo, que iríamos nos casar. Agora não sei o que fazer, pois ele nunca me apresentou para a família dele e a única vez que teve oportunidade de me apresentar para o irmão dele, disse que eu era sua colega de trabalho, na minha frente. Não sei se ele vai assumir um compromisso comigo, pois nem aliança quis usar. Luto muito para alcançar a misericórdia de Deus e o perdão, pois não quero sair de Sua presença. Sinto-me desmoralizada e a ideia de ser mãe solteira de duas crianças, um filho de cada pai, me deixa desesperada, pois não foi isso que sonhei, não quero me lamentar de destruir meus próprios sonhos.
RESPOSTA: 
Irmã, paz em meio às decepções.
Eu creio em tudo que você disse, creio que  estava firme com Deus, creio que  estava lutando para manter um voto feito, e fico triste , mas também penso que  deve chorar por uns dias e depois se refazer, levantar a cabeça e começar a olhar para a vida que está aí para ser vivida. 

Filha, a vida é combate que aos fracos abate, aos fortes e aos bravos só pode exaltar” (Gonçalves Dias).

Olhe para essa criança que está chegando como uma dádiva de Deus, e eu quero dizer algo que sinto no meu coração : “Essa criança poderá se constituir num abrigo contra o frio na sua velhice. Cuide dela, ame a em todo o tempo e então olharás para trás e esses dias ruins serão para você, como águas que se passaram.”
Deus é tão incrível que de algo ruim ele pode extrair algo maravilhoso, tanto é que na genealogia de Jesus encontramos até  uma prostituta. Isso deve nos ensinar muito sobre a vida e sobre Deus. Os lírios muitas vezes nascem no lamaçal.
Irmã, vou ser rápido no que tenho a dizer a respeito dele, esquece esse lobão que você conheceu, ele não tem dignidade, honradez, ele não merece você. Não quero nem mais falar sobre ele. Não caia na besteira, de novo , de tentar agradá-lo para ver se ele fica com você. Tão somente requeira na justiça os direitos da criança, ou seja, pensão alimentícia, e um nome de pai na certidão de nascimento.
Sabe irmã, fiz questão de responder a sua carta e faço com amor, com coração de pai que sou. Para você e esta criança tenho palavras de paz e bem, o que me preocupa são as milhares de filhinhas de Deus desavisadas que estão muito perto do lobo e qualquer momento serão tragadas por ele.
Você é uma mulher madura , compromissada com Deus, e mesmo assim foi seduzida, já pensou nas jovenzinhas....?
Escapar do lobo não é fácil, por isso que Paulo fala que as tentações sexuais são vencidas não pelo confronto, mas pela fuga.Quem não quer ser vencido , fuja, mas fuja mesmo.
Que a sua experiência sirva de alerta para as meninas da igreja no Brasil.
Com relação ao seu esforço para alcançar o perdão de Deus, não precisa fazer mais isso, ele já te perdoou, e diz assim:
“E, passando eu junto de ti, vi-te a revolver-te no teu sangue, e disse-te: Ainda que estejas no teu sangue, vive; sim, disse-te: Ainda que estejas no teu sangue, vive.
Eu te fiz multiplicar como o renovo do campo, e cresceste, e te engrandeceste, e chegaste à grande formosura; avultaram os seios, e cresceu o teu cabelo; mas estavas nua e descoberta.
E, passando eu junto de ti, vi-te, e eis que o teu tempo era tempo de amores; e estendi sobre ti a aba do meu manto, e cobri a tua nudez; e dei-te juramento, e entrei em aliança contigo, diz o Senhor DEUS, e tu ficaste sendo minha.” Ezequiel 16:6-8.
Querida, seja curada de sua dor, de sua decepção com você mesmo e com o ser humano, e viva , agora, para Deus, ele oferece sempre uma nova chance.
Um abraço, um grande e forte abraço, de um pecador como você...
Fique com Deus, fique em família.
Pastor Ismael

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Votos e promessas para o casamento.

Publicado no site www.momentosdafamilia.com.br

Hoje estamos completando 40 anos de casados, e o que nos fortalece é lembrarmos-nos do dia do nosso casamento, tudo muito lindo, o ritual na igreja, aquele vestido branco, o tapete vermelho, os botões de rosas desabrochando, e eu em passos lento, pensando de quando chegar ao altar seria suficiente responder SIM e prometer ser fiel na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, amando-lhe e respeitando-lhe até que a morte os separe?” Acho simplista e um pouco fora da realidade”.

Foi quando olhando para ele falei: Você

- Promete não deixar a paixão fazer de você uma pessoa controladora, e sim respeitar a individualidade.

- Promete saber ser amigo e ser marido, sabendo exatamente quando devem entrar em cena uma e outra, sem que isso lhe transforme numa pessoa de dupla identidade ou numa pessoa menos romântica?

- Promete fazer da passagem dos anos uma via de amadurecimento e não uma via de cobranças por sonhos idealizados que não chegaram a se concretizar?

- Promete sentir prazer de estar com a pessoa que você escolheu e ser feliz ao lado dela pelo simples fato de ela ser a pessoa que melhor conhece você e, portanto a mais bem preparada para lhe ajudar, assim como você a ela?

- Promete se deixar conhecer?

- Promete que seguirá sendo uma pessoa gentil, carinhosa e educada, que não usará a rotina como desculpa para sua falta de humor?

- Promete que fará filhos por amor e por vontade, e não porque é o que esperam de você, e que os educará para serem independentes e bem informados sobre a realidade que os aguarda?

- Promete que não falará mal da pessoa com quem casou só para arrancar risadas dos outros?
- Promete valorizar a palavra responsabilidade.

- Promete que será tão você mesmo quanto era minutos antes de entrar na igreja?

Sendo assim meu AMOR, declaro que a partir de hoje serei sua mulher.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...