SEGUIDORES

sexta-feira, 1 de maio de 2009

Mãe tempo integral, coração integral.

Um homem pode herdar dos seus pais casa e dinheiro, mas só Deus pode dar uma esposa sensata.Pv 19:14

A mulher tem conquistado vítórias em diversas áreas na vida social, angariando para si "status”, aceitação, e mais liberdade, inclusive financeira.

De modo que escolher ser "dona de casa" é hoje uma decisão muito difícil, pois representa renunciar a algumas conquistas profissionais e inserção social.

É abrir mão do brilho pessoal em prol da família.

O texto bíblico acima diz que só Deus pode dar ao homem uma esposa sensata, eu diria que uma esposa sensata é aquela, quando possível, abre mão de seu sonho pessoal, de suas realizações, para viver o sonho de família.

E quando isso não é possível, ela faz todo empenho, ela dá o melhor de si, o melhor do seu tempo para buscar ensinar aos filhos o caminho em que devem andar.

Nenhum sucesso, seja ele financeiro ou de auto realização, compensa um fracasso como mãe.

De que adianta sorrir hoje, por ter uma posição de destaque na sociedade, ser alguém importante em uma empresa,ter algumas posses, e chorar amanhã porque os filhos se perderam na vida.

Sabemos que muitas mulheres que levantaram bandeiras do feminismo, hoje, reconhecem que o movimento teve e tem seus pontos positivos, mas que a vitória do movimento representa também uma ameaça, senão, uma derrota para a família.

Educação de filhos terceirizada, pais ausentes, separações, divórcios, mães que não protegem é tudo que os filhos não podiam experimentar e receber como padrão de vida.

Às vezes é preciso quebrar paradigmas, e isso não é fácil, é nadar contra a corrente, é ser “patinho feio”, é romper com tudo e decidir-se pela família, pelos filhos.

A questão passa primeiro por uma idéia, depois por uma escolha e por fim, uma programação de vida.

Os princípios de Deus são mais valorosos e determinantes para nós que os princípios da moda, do mercado e do mundo.

E o papel de mãe, é algo divino, estabelecido nos céus, é algo imutável.

O trono de mãe foi feito para a mãe nele se assentar, se ela não o fizer, outra “mãe” terá que assumir essa posição.

Deus nos presenteia com filhos e nós os entregamos a estranhos para que cuidem por nós.

Mas e daí, o que eu devo fazer, diante de circunstâncias que não são favoráveis?

Não sou o dono da verdade, mas compartilho aquilo que vivenciamos. Um dia nós escolhemos que minha esposa Cleire, não iria mais trabalhar, seria agora uma dona de casa e mãe de nossos filhos, daria a eles o seu tempo e o seu amor.

Hoje, nós vemos que valeu e está valendo a pena, pois temos dois filhos já na faixa dos 20 anos, filhos maravilhosos, saudáveis emocionalmente, filhos que receberam irmãos oriundos de adoção, num total de três, e fizeram isso com muito amor, e que inclusive, mesmo com pouca idade, já falam ter filhos adotivos também.

Os nossos pequenos, de 07 anos para baixo, sentem o amor de mãe, a presença dela, os seus ensinos, o seu afeto e oração, e sabemos que no tempo certo, isso vai fazer toda a diferença na vida deles, é um grande passo para o sucesso.

Penso que se tivessemos terceirizado a presença da mãe, talvez esse sucesso não acontecesse.

Então, se nós colocarmos tal desejo no coração e nos organizarmos para isso, o Senhor por fim fará acontecer, mas é preciso desejar ser "Dona de Casa" e mãe.

Que você consiga, que você se realize como mãe presente, pois esta é a vontade de Deus.

Enquanto isso não for totalmente possível, busque equilibrar as coisas, use de sensatez, entenda, que o dinheiro não é mais importante para os filhos, mesmo que traga segurança para o futuro, não trará segurança emocional.

Um forte abraço, no amor de Jesus.

Pr Ismael e Pra. Cleire.

2 comentários:

GERALDO CARLOS PRATA disse...

Pr.Ismael graça e paz ! que maravilhoso este artigo sobre : mãe tempo integral coração integral parabens pela correta visão sobre Pais e Filhos. Estou colocando no meu espaço para que outras pessoas possam ler também e serem edificadas.Que Deus continue lhe abençoando você e sua Família. Geraldo Prata.

Pr Ismael e Pra.Cleire disse...

Geraldo, paz! Olha, a irmã Alexa Guerra ( blog alexaguerra.blogspot.com) fez um estudo onde apontou Como as crianças passam a maior parte do tempo?

Mídia (TV, Internet)
20 (57%)

Jogos eletrônicos
9 (25%)

Escola ou creche
4 (11%)

Pais
2 (5%)

Outras pessoas, como avós, vizinhos ou parentes.
4 (11%)

Na rua.
7 (20%)

É alarmante, as confirma o que vemos por aí, as crianças passam a menor parte do seu tempo com os pais! Estamos quebrando o princípio bíblico que manda os pais criarem seus filhos. (Efesios 6:4 e Dt 6:7). Por isso, temos colhido os frutos amargos desta omissão dos pais.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...