SEGUIDORES

quinta-feira, 1 de janeiro de 2009

Jovens evangélicos não "ficam" e desejam a virgindade

SÃO PAULO - Há jovens brasileiros castos, que não “ficam” com várias pessoas, casam-se “para sempre” e são radicalmente contra o aborto. Por ironia, não se tratam de seguidores do Papa Bento XVI, que, em visita ao país, exigiu dos fiéis postura firme em relação aos valores morais da Igreja. São jovens evangélicos que optaram por vida de privação, mas com o coração aberto.

- A virgindade não é imposta. Para mim, a castidade não é pesada porque optei por ela. Quero, de fato, transar com aquela que Deus escolheu para mim - afirmou Leonardo Bertolazzi, de 23 anos, líder jovem da Igreja Evangélica Comunhão Cristã.

Ele namora há um ano com Larissa Ribeiro, de 18 anos, freqüentadora do mesmo grupo.

- É uma transformação que vem de dentro para fora. Se quero, se aceito, se entendo, se gosto do conceito da virgindade, fica fácil me manter virgem até o casamento - completou Larissa.

Para Débora Canova e Nádia Ramos, ambas com 18 anos, o relacionamento entre o padre e a juventude na igreja cristã é mais distante se comparado com o da igreja evangélica.

- Assim, quando se fala sobre qualquer tema, inclusive a virgindade, não soa como imposição - explicaram.

- Não há a figura de um Papa, que fica ali, inacessível. Sou o líder jovem e também ouço conselhos dos meus amigos de igreja - explicou Leonardo.

Os jovens dizem que, nas pregações, há explicações e debates.

- Fica fácil entender por que é melhor se guardar para o marido. Esses temas são discutidos como em uma roda de amigos. O segredo é a abordagem da Bíblia - conclui Larissa, virgem como Débora, Nádia e Leonardo.

Uma igreja para cada perfil de fiel

Entre as igrejas evangélicas mais tradicionais estão a Congregação Cristã do Brasil, a Assembléia de Deus e a Deus é Amor. -
- Aqui todo mundo segue a castidade, se não, muda de igreja. Mas dentro das evangélicas, há outras igrejas que abraçam os fiéis que não seguem. No catolicismo, não. É seguidor ou não é nada - disse.

Beatriz Dourado, de 13 anos, freqüenta a igreja Congregação desde os três anos.

- Vou casar virgem e gosto da minha opção. É tradição de família. Vem da minha avó essa opção pela Congregação - disse.

Na opinião de Rosa Dourado, de 42 anos, mãe de Beatriz, os jovens católicos não são seguidores da castidade.

Fonte: O Globo

Campanha:Diga Não a erotização de crianças.Não alimente a pedofilia e não induza ao pecado.Não publique fotos de crianças nuas,com roupas intimas ou de banho.

12 comentários:

Anônimo disse...

este artigo aqui está mais preocupado em comparar índices de fiéis que a igreja católica tem, possui, ou está perdendo, ao invés de se preocupar em dizer mais sobre a importância da virgindade e sexualidade na vida dos jovens. não sou católico, não defendo, mas tb não condeno a igreja católica, pois não fui criado na doutrina cristã, mas acho q tem coisas mais importantes a se enfatizar..

Anônimo disse...

ACHO IMPORTANTE SIM UM MATÉRIA DESSAS Q FALAM SOBRE A VIRGINDADE DOS JOVENS,SÃO COISAS IMPORTANTES PARA QUEM QUER VIVER UMA VIDA ABENÇOADA POR DEUS, MAS ADIANTE, O MUNDO Ñ QUER TER ESSA RESPONSABILIDADE, A QUESTÃO AQUI É JUSTAMENTE O VIVER PARA CRISTO E Ñ PARA O MUNDO!!!

Anônimo disse...

Concordo com os comentários anteriores e acrescento: a questão é SEGUIR A LEI DE DEUS,e não discutir qual religião é a melhor ou mais "liberal". Como jovens e CRISTÃOS precisamos pregar a PAZ entre as pessoas e religiões, não difundir rivalidades.. Sou católica, tenho 18 anos e também vivo em castidade.. Jovens, precisamos nos unir para levar Jesus às pessoas..! Ninguém é melhor que ninguém... Só precisamos obedeçer a Deus!!

Anônimo disse...

a maioria dos jovensque conhecem verdadeiramente a Cristo e sua palavra tem o desejo de se casar virgem ,porem muitos não resistem ..
tenho 15 anos nunca namorei (sou virgem claro )e quando falo sobre isso com minhas amigas elasnão concordam.
Acho que o que falta é as igrejas pregarem , ensinarem de uma forma bem descontraida que foi como aprendi .
e meninadanão vamosultrapassar o sinal vermelho beleza? rsrrs

Anônimo disse...

Concordo com a firmação acima! A preocupação foi criticar a Igreja Católica!Se estão tão preocupados em informar aos seus fiéis com amor e não imposição sobre a castidade, não precisam se basear nos seus PRE-conceitos sobre as outras Igrejas para falar do assunto!! Leio as enciclicas dos Papas, e não vejo nunca como imposição!Amo meu Deus, meu Pastor Papa Bento XVI, e os irmãos de caminhada! Vocês falam aqui do que não conhecem..precisam antes viver profundamente a Igreja Católica para depois falar dela. Temos conversas profundas sobre castidade, orientações, tardes de afetividade e sexualidade, onde rezamos e conversamos abertamente recebendo as orientações sobre aquilo que Deus quer para nós! Tenho respondidas todas as minhas dúvidas e se erramos, nossos irmãos de caminhada não nos discriminam e sim nos ajudam a levantar.. não me mandam sentar no último banco por causa disso! Não me dão castigos, há sim acorreção fraterna e amorosa. Fiz minha opção de amor: viverei a castidade até meu casamento, e depois também, já que há várias formas de castidade. Deus os abençoe, e que haja o discernimento entre nós.

Anônimo disse...

Infelizmente pessoas falam coisas sem pensar e sem conhecer!
Antes de falar tais coisas como ví nessa matéria sobre a Igreja Católica! Procurem a conhece-la!
Nenhuma! Eu digo com toda certeza! Nenhuma Igreja no Mundo prega mais a castidade quanto a Santa Igreja!
Então antes de postar coisas ignorantes, procurem ler mais, conhecer, ESTUDAR!

Fiquem com Deus e no Amor de Maria Santíssima, Exemplo de Castidade!

marcelo disse...

Bom, para início, sou contra o ecumenismo e contra as doutrinas da Igreja Católica, posso dizer que melhorou muito, mais posso também dizer que não adianta melhorar em uma área e não em outra, posso dizer com clazeza sobre este assunto, pois participei dentro da Igreja Católica em quase tudo, pra ser sincero, só não ministrei um culto, fora isto pude fazer todas as outras coisas, quando alguém abriu o meu coração para a leitura da Palavra (a Bíblia), percebi que ela relata todas as falhas do catolicismo e como sempre tentei ser um bom servo lá, busquei um Padre para esclarecer as minhas dúvidas, em vão, pois a única coisa que ouví foi que eu não preciso ler a Bíblia, pois eles (os Padres) eram o suficiente para o meu aprendizado e eu não ia entender nada sozinho, pois bem, eu acabei entendendo através do poder regenerador do Espírito Santo, que aquilo que eu vivia era um erro e que o único a quem eu deveria entregar a minha vida e as minhas orações era para CRISTO e não para imagens que "Têm boca mais não falam, têm olhos mais não veêm", em resumo: IGNORÂNCIA CRISTÃ

antonio disse...

essa matéria faz críticas claras a igreja catóilica mas acredito q o objetivo real dessa materia é orientar os jovens sobre a castidade e esses 1% que migram para igrejas protestantes é porque nunca encontraram cristo eucaristico e nem o acolheramno templo sagrado que é o nosso corpo!!

Anônimo disse...

Infelizmente quando dizem que católicos e protestantes não sabem conversar amistosamente é verdade. Se a matéria tem por objetivo orientar jovens para que sejam castos, não sentido atacar a minha Santa Igreja Católica. Pois vocês falam o que não sabem, o que saboreiam. Castidade é amor a Deus, muito mais que uma imposição é vontade que sai do coração de Cristo. Ou Santos ou Nada, para aqueles que caem temos o nosso sacramento da confissão pra nos reconciliar, o amor de Cristo que faz tudo por nós e nos ama de forma incomparável. Sou virgem e o conceito de castidade vai bem além do da virgindade. Porque um irmão que caiu no pecado, teve vida sexual ativa e opta por abandonar essas coisas é casto sim!
Enfiim confio e amo o meu Senhor Eucarístico que faz verdadeiros milagres. E essa estática de 1% que abandonam a mãe Igreja realmente nunca viram a face de Cristo Eucarístico!

Anônimo disse...

nos comentários anteriores, as idiotas pessoas falaram que a matéria está criticando a igrija católica.Idiota é quem acha, a materia fala a pura verdade da igreja católica. tenho 45 anos e já fui católica, ha 1 ano atráz me mudei para a igreja evangélica que prega sobre Jesus e a Palavra de Deus que condena o sexo antes do casamento.
Na época que eu era católica eu não aprendia nada sobre a Bíblia pois essa religião não tem o custume de falar sobre Ela.
Eu estou falando isso pq eu sei, e já fui católica!
Todos que criticam a igreja católica é pq conhece.

Anônimo disse...

Santa Igreja Católica..até onde a Biblia fala, ñ existe "igreja"(templo) Santo... ao envés de ficar aí descultindo sobre oque padre ou PApa, ou quem quer q seja falem..vão ler a Biblia e ver oque o Próprio Jesus fala.. ñ preciso ter sido ou ser católico pra saber que existe um monte de ingnorantes lá dentro adorando a criaturas ao envés do criador..Maria! grande mulher usada por DEus..mais Jesus é o verdadeiro Deus...SOMEnte a ele toda honra e glória...Virgindade é um mandamento..CAstidade..apenas Cultura...Parabéns aos criadores da matéria..

Anônimo disse...

É um pouquinho contraditório pregar o amor ao próximo e o ofender todos aqueles que possuem crenças diferentes. E, na minha opnião, se a intenção do site era falar sobre a importância da virgindade, fracassou.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...